Fechar [ X ]
Aguarde...

HOME 
CONTATO 

NOTICIAS

Categorias

Campeonato
Geral

Clubes

A.D.JAGUARUNA
FME Palhoça
ELASE
ABV BRAÇO DO NORTE
HERONDINA VOLEIBOL
AABB/FPOLIS
ANTONIO CARLOS
CRAVO
Braço do Norte
C.M.E São Ludgero
Sto Amaro da Imperatriz
Forquilhinha
Santa Rosa Colégio
AUVO
 

LEIAM A ATA DA REUNIÃO DA FCV


Dia 04 de março de 2013  19h06
Aos dois dias do mês de março de dois mil e treze, no auditório da FESPORTE, localizado na Rua Comandante José Ricardo Nunes, 79 – Capoeiras – Florianópolis/SC

ATA DA REUNIÃO DE ARBITRAL PARA AS CATEGORIAS DE BASE – TEMPORADA 2013. DA FEDERAÇÃO CATARINENSE DE VOLEIBOL

...na continuidade da reunião anterior e  de acordo com o Edital publicado através da NOTA OFICIAL N. 024/13 de 05/02/2013, para deliberarem sobre a seguinte pauta: a – Entrega do Troféu Eficiência (masculino e Feminino); b. Entrega dos Troféus Destaque de 2012(atletas/técnicos); c.  Discussão e Aprovação do Regulamento  2013, e) Apresentação do calendário desportivo 2013; f) Assuntos Gerais. Presentes os Senhores, Dante Klaser Presidente, Salvador Bononi Vice-Presidente, Margareth Nercolini Diretora Administrativa, Rafael Crozeta Diretor Técnico, André Wilson Testa Secretário, Sergio Rodrigues Castro – Coordenador do Volei de Praia Ivo José de Oliveira – Coordenador Seleções e os Senhores: William Antônio Zanatta do Instituto Nexxera da cidade de Florianópolis, José Judas Tadeu Ribeiro do Clube E. Santa Rosa de Lima da cidade de Lages, Karina Patrícia de Souza da A. Joaçabense de Voleibol da cidade de Joaçaba, Sra. Vandelina Maria Tomasoni Ribeiro da S.E.R. Humaitá de Nova Trento, Carlos Henrique Brito de Oliveira do Blumenau V.C. de Blumenau, Moacir Vefago Jr. Da A.D. Criciúma de Criciúma, Wigand Decker Jr e Waldir Utzig do AVOJOI  de Joinville, Sergio Luís Schelemper de S .E. Rio do Sul de Rio do Sul, E.C. Voleibol de Braço do Norte, Luiz Antônio Moretto da ABEL de Brusque, Amarildo Gomes da Associação Geração de Voleibol de São Ludgero, Charles Pinter e Mario Camargo leite Souza A. Braço Nortense de Voleibol de  Braço do Norte, Marcos R. Silva representando a S. D. Verde Vale de Rio do Sul e Santa Catarina V.C. de São José, Eduardo Costa da ADESA de Santo Amaro, Luiz

Carlos R. da Silva da ADV de Jaraguá do sul e José Hiram Lamim de Itajaí Pró Vôlei de Itajaí, Manoel H. Peixoto da Cunha da AD Pomerana de Pomerode, Gilmar Maricar da E. K Kirios de São José Wagner Marschner da E.W. Prade de Timbó. O Presidente da FCV, agradecendo a todos pela presença convidou o Sr. Rafael Crozeta, para Presidir os trabalhos e a mim, Margareth Nercolini para secretariar e convidou o Sr. Ivo José de Oliveira coordenador das Seleções para apresentar os agraciados com os Troféus Eficiência e Destaque do ano de 2012. Para entregar o Troféu Eficiência da categoria Masculina convidou o Sr. Salvador Bononi para entregar para a equipe da Associação de Pais e Professores da Escola Municipal Erwin Prade da cidade de Timbó e o Troféu Eficiência Feminino para a equipe do Blumenau Voleibol Clube da cidade de Blumenau o SR Dante Klaser, na sequencia foram chamados os atletas e técnicos agraciados com o Troféu DESTAQUE/2012. INFANTO MASCULINO ATLETA GUILHERME ANDRE DE OLIVEIRA ADV JARAGUA TÉCNICO LUIZ CARLOS RODRIGUES DA SILVA ADV JARAGUA -  INFANTO FEMININO ATLETA AMABILIE TEREZA KOESTER NOVA TRENTO TIM UNITEBE TÉCNICO CARLOS HENRIQUE BRITO DE OLIVEIRA BLUMENAU VOLEIBOL CLUBE, INFANTIL MASCULINO ATLETA GUILHERME ANDRE DE OLIVEIRA ADV JARAGUA TÉCNICO LUIZ CARLOS RODRIGUES DA SILVA ADV JARAGUA, INFANTIL  FEMININO ATLETA THAYNA MORGANA FUCHS NOVA TRENTO TIM UNITEBE TÉCNICO.JEAN RICARDO DAGNONI NOVA TRENTO TIM UNITEBE MIRIM MASCULINO,  ATLETA EDRIAN MICAEL STIZ EVEP/FME/TIMBÓ TÉCNICO MARIO HENRIQUE LEITE SOUZA ABV/LAMERICA/CME BRAÇO DO NORTE ATLETA EDRIAN MICAEL STIZ EVEP/FME/TIMBÓ  TÉCNICO MARIO HENRIQUE LEITE SOUZA ABV/LAMERICA/CME BRAÇO DO NORTE – MIRIM MASCULINO ATLETA EDRIAN MICAEL STIZ EVEP/FME/TIMBÓ TÉCNICO MARIO HENRIQUE LEITE SOUZA ABV/LAMERICA/CME BRAÇO DO NORTE - MIRIM  FEMININO ATLETA GABRIELA GROTH CERON AJOV/JOAÇABA TÉCNICO LUIS HENRIQUE MERCANTE DA SILVA BLUMENAU VOLEIBOL CLUBE - PRÉ-MIRIM MASCULINO ATLETA GUSTAVO HEIDRICH ABV/LAMERICA/CME BRAÇO DO NORTE TÉCNICO VINICIUS DE OLIVEIRA SCATULA ITAJAÍ PRÓ VOLEI/FMEL/UNIFICADO PRÉ-MIRIM FEMININO ATLETA STÉFANI FRANCISCO ASSOCIAÇÃO GERAÇÃO VOLEIBOL TÉCNICO AMARILDO GOMES ASSOCIAÇÃO GERAÇÃO VOLEIBOL - INICIANTE MASCULINO ATLETA VITOR SOMBRIO CEOLIN ABV/LAMERICA/CME BRAÇO DO NORTE TÉCNICO MARIO HENRIQUE LEITE SOUZA ABV/LAMERICA/CME BRAÇO DO NORTE, INICIANTE FEMININO  ATLETAJULIA TRAMONTIN ROCHAAPAV /CME FORQUILHINHATÉCNICO, CHARLES PINTER ABV//AGUA DA SERRA/CME BRAÇO DO NORTE SELEÇÃO  BRASILEIRA INFANTO, INFANTO  FEMININO- SUL-AMERICANO ATLETA KAROLINE TORMENA NOVA TRENTO TIM UNITEBE ATLETA EDINARA BRANCHER AD GUARACIABA SELEÇÃO  BRASILEIRA INFANTO  MASCULINO  SUL-AMERICANO,  INFANTO  MASCULINO ATLETA RODRIGO LEITZE ADV JARAGUA ATLETA  LINDOMAR BUSSE JUNIOR ADV.V RIO DO SUL COMISSÃO TÉCNICA DA SELEÇÃO BRASILEIRA  JUVENIL MASCULINO- ESTATISTICO,  TÉCNICO MARCELO ZENNI KLEINCIMED E. CLUBE Passando ao item d. Aprovação do Regulamento dos Campeonatos Estaduais de 2013, após discussão e votação foram aprovadas as seguintes alterações: Art. 11º- Os pedidos de inscrição para o Campeonato Estadual 2013, deverão ser feitos através da pagina da FCV www.voleibol-sc.com.br, até 15 (quinze) dias antes da realização da  1ª etapa  e 20 (vinte) dias para a 2ª e 3ª etapas, a contar da data da publicação da Nota Oficial. 16.3. - Do Banco de Reserva: Somente poderão fazer parte da comissão técnica por jogo:  a)1 técnico; b)1 assistente c)1 auxiliar técnico; c)1 preparador físico;d)1 médico, massagista ou fisioterapeuta.Caso a equipe não tenha médico ou fisioterapeuta credenciado nenhum membro da área técnica poderá ocupar o seu lugar. O Massagista deverá ser obrigatoriamente registrado na FCV. IX – DA PARTICIPAÇÃO DE ATLETA - Art. 17 - Os atletas das categorias Iniciante, Pré-Mirim, Mirim e Infantil, somente poderão participar na sua categoria e mais 2(duas) subseqüentes.Art. 20º -  b) O atleta que for convocado para a Seleção Brasileira de base  poderá participar da etapa final (sem participar das fases classificatórias) e as datas destas etapas não serão transferidas. Para a Etapa final não será necessário aguardar a volta dos atletas que estiverem servindo a seleção de base. 22º - Composição das Chaves para as fases classificatórias para a 1ª e 3ª etapas: a) até 6 equipes chave A e B, . Uma sede com cruzamento: 1º A x 1º B; 2º A x 2º B; 3º A x 3º B b) com sete 07 equipes uma sede com cruzamento 1º A x 1º B ; 2º A x 2º B ; 3º A x 3º B – O quarto lugar da chave com 4 equipes este será o 7º na classificação geral. c) 8 a 10 equipes duas sedes com chave A e B – podendo a chave de 8 ser uma única sede. d) de 11 a 15 equipes três sedes com chave A, B e C; Se uma sede quiser poderá realizar duas chaves; e) 16 equipes em diante, 4 sedes, com chaves A, B, C e D.22.1 - Composição das Chaves para a fase classificatória para a 2ª   etapa que será regionalizada: a) até 6 equipes   duas sedes com chave A e B - obedecendo o critério técnico da 1ª etapa. b) com sete 07 equipes duas  sedes com chave A e B - obedecendo o critério técnico da 1ª etapa. c) 8 a 10 equipes duas sedes com chave A e B – obedecendo a critério técnico da primeira etapa. 22.4. - Para a composição das tabelas, serão consideradas como cabeça de chave: DO INICIANTE AO  INFANTO FEMININO   E MASCULINO 1ª Etapa: Para divisão das chaves  será usado o critério da classifcação o ano anteior.A equipe que não participou do ano anterior irá para chave inferiorizada e como 2ª opção proximidade da sua sede.  DUAS CHAVES PELA CLASSIFICAÇÃO DO ANO ANTERIOR CHAVE  “A” 1º,4º,5º,8º,9º CHAVE “B”2º,3º,6º,7º,10º - TRÊS CHAVES CHAVE “A” 1º,6º,7º,12º,13º CHAVE “B” 2º,5º,8º,11º,14º; CHAVE “C” 3º,4º,9º,10º,15º. 2ª Etapa: Regionalizada Obedecendo ao critério técnico da 1ª etapa. Obs: Será dividido em chaves onde houver mais de 5 inscrições   na regional. Onde houver somente 2 inscritos na regional serão remanejados para a região mais próxima .3ª Etapa: Com duas chaves será observado o rodízio das equipes que ainda não se confrontaram .Acima de 3 chaves será observado a seguinte composição:     TRÊS CHAVES CHAVE A 1º; 6º; 7º;12º,13º; CHAVE B 2º,5º,8º,11º,14º CHAVE C 3º,4º,9º,10º,15º QUATRO CHAVES: CHAVE A 1º lugar, 8º lugar, 9º lugar, 16º lugar; CHAVE B 2º lugar, 7º lugar, 10º lugar, 15º lugar, CGAVE C3º lugar 6º lugar 11º lugar14º lugar, CHAVE D 4º lugar,5º lugar,12º lugar,13º lugar.Art. 23º- Para determinação de sede, serão observados os seguintes critérios: 3.12. O clube terá que fazer a solicitação a FCV e quando dois clubes pedirem a mesma sede será observando o melhor índice da categoria no ano anterior. 31.2. - Em caso de duas ou mais equipes somarem o mesmo número de pontos, serão adotados os seguintes critérios de desempate para a participação na Fase Final: 31.2.1 - Maior número de primeiro lugares e assim sucessivamente. 31.2.2 - Maior número de etapas participadas. 31.2.3 Ponto average. 31.2.4 - Set average. 31.2.6 – A definição do classificado será feita manualmente conforme o Ponto average de cada equipe envolvida na classificação geral. Art. 49º - Troféu Destaques do Ano1º- Os atletas que convocados para mundial e Sul-americano não participarão dos destaques, pois os mesmos receberão um troféu diferenciado da FCV. 2º- A votação será feita pela equipe de arbitragem e delegado em todas as etapas e final juntamente com a imprensa credenciada. 3º- Nas etapas Classificatórias o atleta destaque receberá um troféu encomendado pela FCV e será custeado e creditado na conta do clube sede .4º- Os técnicos e atletas não poderão receber o troféu destaque em duas categorias diferentes, caso isso acontecer receberá na categoria superior em que foi indicado. ANEXO 02 - REGULAMENTO TÉCNICO PRÉ-MIRIM FEMININO– 20131.2. – Não será permitida a execução do saque em suspensão; 1.8 - No terceiro set em caso de contusão que impeça de jogar algum atleta que estiver completando a utilização dos 09 nove jogadores obrigatórios, a equipe poderá substituí-lo por outro jogador que ainda não tenha atuado na partida, sendo que este atleta deverá jogar o restante do set. O Atleta contundido não poderá retornar ao jogo.  1.9 - Fica limitado o espaço de 3 (três) metros além da linha de fundo, para a execução do saque. 1.10 - Será responsabilidade do clube sediante, a marcação da linha limítrofe de saque (fita de 5 cm de largura), paralela à linha de fundo, antes dos jogos da categoria, caso necessário. 1.11 - O atleta que for proceder ao saque, não poderá pisar na linha demarcatória dos 3 metros limítrofes, e todo seu movimento para o saque deverá ser feito dentro deste espaço. 1.12 – Não haverá os tempos técnicos nesta categoria. ANEXO 03 - REGULAMENTO TÉCNICO INICIANTE FEMININO– 20131.3 - Levantamentos pelos demais atletas, excetuando o levantador (posição 3), só poderão ser efetuados para corrigir uma falha técnica em auxílio a um companheiro, desde que não seja um ação tática determinada. 1.5 - Não serão permitidos o ataque pelos jogadores das posições 1, 5 e 6 em suspensão (gesto que caracterize a cortada).1.7 - As 4 (quatro) trocas serão obrigatórias para as duas equipes quando a parcial do jogo estiver 2 x 0. 1.9 - No terceiro set em caso de contusão que impeça de jogar algum atleta que estiver completando a utilização dos 10 (dez) jogadores obrigatórios, a equipe poderá substituí-lo por outro jogador que ainda não tenha atuado na partida, sendo que este atleta deverá jogar o restante do set. O Atleta contundido não poderá retornar ao jogo. 1.10 - As partidas do Campeonato nas suas fases classificatórias e final serão em melhor de 3 (três) sets vencedores . No set decisivo (tie-break) as substituições serão livres. 1.11 – Não haverá pedido dos tempos técnicos nesta categoria. ANEXO 05 - REGULAMENTO TÉCNICO INICIANTE MASCULINO – 2013 1.6.3. - No terceiro set em caso de contusão que impeça de jogar algum atleta que estiver completando a utilização dos 9 (nove) jogadores obrigatórios, a equipe poderá substituí-lo por outro jogador que ainda não tenha atuado na partida, sendo que este atleta deverá jogar o restante do set. O Atleta contundido não poderá retornar ao jogo. OBRIGACÕES DO CLUBE SEDIANTE LOCAL DE COMPETIÇÃO Será responsabilidade do clube sediante, a marcação da linha limítrofe de saque de 3 (três) metros além  da linha de fundo(fita de 5 cm de largura), paralela à linha de fundo, na categoria pré-mirim feminino. Foi passada a palavra ao Coordenador de Seleções Prof. Ivo José de Oliveira que falou sobre as programações das seleções. Informou as comissões técnicas que acompanharão as seleções nas competições deste ano de 2013. O Presidente informou que para o ano de 2014 serão definidos os técnicos em reunião no mês de setembro. Foi passada a palavra para o Coordenador de Arbitragem Salvador Bononi que deu esclarecimentos junto com o árbitro Internacional Paulo Luis Beal sobre as alterações nas Regras de Voleibol. Nada mais havendo a tratar deu-se por encerrada esta Reunião e eu Margareth Nercolini redigi esta ata que depois de aceita por todos vai por mim e os senhores Rafael Crozeta – Presidente da Assembleia Presidente da Assembleia, Dante Klaser Presidente da FCV,  Salvador Bononi - Coordenador Arbitragem, Ivo José de Oliveira – Coordenador Seleções assinada.

 

Rafael Crozeta – Presidente da Assembleia: _____________________________________________

Margareth Nercolini – Secretária da Assembleia: ___________________________________________

Dante Klaser – Presidente da FCV______________________________________________________

Salvador Bononi – Coordenador Arbitragem______________________________________________

Ivo José de Oliveira – Coordenador Seleções_____________________________________________


Fonte: 
Clique nas imagens para ampliar.
 
 
OUTRAS NOTÍCIAS

 
 
     
Copyright © 2012 LIGA VOLEIBOL SANTA CATARINA
Todos os direitos reservados.
LIGA VOLEIBOL DE SANTA CATARINA
Fone:48-999470277
E-MAIL: AMARILDO@LIGAVOLEIBOL.COM.BR
AV. SANTOS DUMONT, 631, BAIRRO PARQUE DA ACÁCIAS - SÃO LUDGERO - SC

Desenvolvimento de sites